Solicitação de ExamesCADASTRE-SE AQUI

BLOG - HBO

Especialidades HBO - Plástica Ocular

Pacientes que procuram o Hospital Barigui de Oftalmologia para a Plástica Ocular normalmente estão insatisfeitos com o formato de suas pálpebras ou de outros tecidos ao redor dos olhos. Alguns fatores, em particular, provocam alterações nesta área, como, por exemplo, a pálpebra pesada, o blefaroespasmo e as temidas rugas.

Outras estruturas que podem ser modificadas por meio da plástica ocular são o sistema lacrimal, a órbita (cavidade óssea que circunda o globo ocular) e as áreas da face anexas aos olhos. Além de estética, a plástica também é realizada com o intuito reconstrutivo, no caso de uma nalteração funcional ou anatômica da estrutura ocular, que pode ocasionar sintomas como dificuldade de visão ou lacrimejamento excessivo.

O principal objetivo da plástica ocular é respeitar a integridade do globo ocular e da função visual. Pode-se dizer que o procedimento mais comum é a blefaroplastia, que corrige o excesso de pele, músculo e gordura nas pálpebras, além de melhorar a sua posição. Nos primeiros dias após a cirurgia, um inchaço permanecerá no local, mas no máximo em 10 dias o paciente já pode voltar a realizar suas atividades normais.

É importante ressaltar que qualquer alteração nesta região deve ser feita com muito cuidado, sempre buscando preservar a saúde dos olhos. A escolha de um profissional capacitado e de confiança é essencial para o sucesso de uma cirurgia plástica ocular.

foto: http://www.portalsuldabahia.com.br/

Publicado em: 26/08/2014


Especialidades HBO - Oftalmopediatria

Como você já viu aqui no blog do Hospital Barigui de Oftalmologia, cuidar da saúde ocular dos baixinhos é tão importante quanto qualquer outro tipo de acompanhamento médico na infância. É por este motivo que no HBO existem vários profissionais de qualidade especializados em oftalmopediatria, área responsável pelo diagnóstico e tratamento de problemas nos olhos das crianças.

Muitas patologias oculares aparecem nos primeiros anos de vida, como a catarata congênita, o glaucoma congênito e o retinoblastoma. A catarata congênita pode ser identificada logo após o nascimento, já que o bebê nasce com o cristalino total ou parcialmente opaco. Se o diagnóstico comprovar a doença, uma cirurgia de correção é indicada a partir do terceiro mês de vida.

O glaucoma congênito é muito mais raro e, se não for diagnosticado precocemente, pode levar à cegueira irreversível. Os principais sintomas são: lacrimejamento excessivo, fotofobia, buftalmia (olhos grandes demais e que parecem saltar das órbitas) e córneas com coloração azul. Esta patologia acomete crianças com má formação ocular e que apresentam um aumento da pressão intraocular.

Já o retinoblastoma é um tipo de tumor maligno na retina que incide principalmente em crianças. Como qualquer outro caso de câncer, quanto antes for diagnosticado, maiores a chances de sucesso no tratamento. Os pais têm o importante papel de prestar atenção aos sintomas, facilmente identificáveis. O principal deles é o reflexo branco na pupila, também conhecido como “reflexo do olho do gato”.

A Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica recomenda que exames criteriosos sejam feitos a cada 6 meses nos dois primeiros anos de vida e que depois dessa fase, caso tudo esteja normal, somente um exame anual já é o suficiente.

Publicado em: 18/08/2014


Especialidades HBO – Adaptação de Lentes de Contato

Na hora da aquisição de uma lente de contato, alguns fatores como a curvatura, diâmetro, o material utilizado e como ela se comporta nos olhos devem ser muito bem avaliados. No Hospital Barigui de Oftalmologia, os pacientes têm a sua disposição uma estrutura especial para o processo de adaptação e podem realizar avaliações da superfície da córnea e medida da curvatura, entre outros procedimentos.

As lentes de contato são indicadas para pacientes que produzem uma quantidade adequada de lágrimas, não possuem infecções crônicas nos olhos e para aqueles que não têm dificuldade em manusear e cuidar das mesmas. Por isso, antes da prescrição das lentes, o médico precisa realizar um exame clínico aprofundado e, caso seja necessário, alguns exames complementares, além de dar algumas orientações.

O lado bom das lentes de contato é que, diferente dos óculos, elas oferecem maior campo visual, menor distorção e tamanho mais realista dos objetos. Elas também proporcionam uma maior liberdade para o usuário e ainda facilita a prática de esportes. Por outro lado, a manutenção delas pode ser bem trabalhosa e exige muito cuidado, sendo que algumas pessoas passam por um tempo longo de adaptação.

Foto: doutoralencar.com

Publicado em: 12/08/2014


Entre em contato conosco

Quer marcar uma consulta?


Se preferir, utilize o formulário abaixo

É facil e rápido

hidea.com - agência web